Skip navigation

Screen03

O meu nome é Alda Maria,

e eu confesso…

que em tempos, amei desesperadamente um homem, apenas para descobrir, que o que sentia por ele era o reflexo do que gostaria de receber, do que desejava para mim…

Hoje sei, que se pode amar… sem possuir,

que duas almas se podem querer bem durante uma vida inteira, e ainda assim escolherem percorrer caminhos diferentes…

porque têm lições de vida distintas para aprender.

%d bloggers like this: