Skip navigation

Monthly Archives: Janeiro 2012

Convido todos os meus familiares, colegas e amigos assim como todas as pessoas que se interessem por arte a assistirem ao ciclo de exposições mensais que irão decorrer no espaço Namastê em Odivelas, e que será inaugurado pelas 18 horas do dia 13 com a exposição “Cosmos Divino” que decorrerá do dia 13 de Janeiro a 9 de Fevereiro de 2012.  NAMASTÊ – Rua Fernando Namora , Lote 1, Zona 4 , Loja 4 Urb. Colinas Do Cruzeiro- 2675 – 531 Odivelas – http://www.namaste.pt http://www.aldamaria-maltez.com

COSMOS DIVINO

“Como num mantra, em que se repetem frases Divinas até ao infinito, assim é pintar… uma espécie de iluminação interior que toma forma numa tela e que não cessa de nos surpreender… de nos levar por novos caminhos… novas descobertas… diferentes contextos… vidas… as de agora e as outras, aquelas que lembramos apenas em fragmentos de espaço e de tempo…”

Alda Maria Neto Maltez
Nasceu em Lisboa a 22 de Maio de 1960. Aos cinco anos de idade foi viver para a África do Sul onde passou a maior parte da sua infância. Frequentou em simultâneo uma escola portuguesa e um colégio Britânico de freiras durante os sete anos que se seguiram.

Desenhar e sonhar acordada durante horas fazem parte das suas memórias de infância.

De volta a Portugal frequentou o Curso de Artes Decorativas na António Arroio, em Lisboa, curso que não concluiu. Fez as sua primeiras exposições em Santa Maria(2007)e na Faculdade de Letras(2008). Terapeuta Energética e estudante de Psicologia, neste momento e apesar da arte nas suas várias vertentes fazerem parte intrínseca da sua vida, a pintura é uma paixão que por vezes fica no plano das coisas, como tantas outras, que se amam mas que eternamente se adiam…

Natal de 2011… há muito tempo que não me lembro de um Natal assim…perfeito…em minha casa…finalmente…

Especial…sem excessos, que o dinheiro é contado ao cêntimo…mas o Universo tem uma forma de nos presentear, de nos recompensar, de nos surpreender…

Abundância não significa necessariamente dinheiro e bens materiais… abundância é ter os meus filhos junto de mim…abundância é poder escolher e construir as minhas próprias tradições…o bacalhau no forno regado com azeite…o fondue de chocolate…os ursinhos pais-natais na árvore a assistirem ao jantar de família…abundância é o luxo de ouvir “Requiem for a Dream” tocado ao piano pelo Rafael…lindo demais… momentos perfeitos que o dinheiro não compra…

Não se trocaram as prendas a que em outros natais nos habituamos…nem foi necessário…

Só me resta agradecer ao Universo por tudo o que me dá…todos os dias…

Namastê