Skip navigation

 

 

Fotografia de Alda Maltez

( Este poema dedico a todas as pessoas, que neste Natal não possam ter  junto de si os que mais amam).

 

É Natal…

 faz frio…

neva…no meu coração.

Olho as montras, sem ver.

Não me revejo,

no reflexo que o vidro me devolve.

Onde está o brilho no olhar,

que em outros Natais

iluminava a arvore da minha vida?

Escolho os enfeites…ausente.

As luzes parecem-me baças…desfocadas…

Sou apenas eu, que já não penduro sorrisos.

Penso…

no presente que te daria se estivesses aqui…

Se a minha casa, fosse também a tua casa,

então esta seria a nossa arvore,

e eu teria embrulhado beijos, para te oferecer.

É Natal…mais um!

 

Alda Maria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: